terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Despedida Dolores O'Riordan

A programação para o funeral da cantora Dolores O'Riordan aconteceu da forma prevista nas notas informadas pela mídia. O caixão com o corpo da cantora chegou em Limerick na sexta-feira 21/01/2018, foi conduzido para dentro da igreja pelos irmãos da Dolores e foi recebido por milhares de fãs que aguardavam do lado de fora da Igreja St Joseph em Limerick, onde permaneceu a tarde para visitação aberta ao público.

As pessoas aguardam na fila para poder dar adeus a Dolores O'Riordan


Na saída da igreja, após o funeral público, o que mais comoveu os fãs foi a  imagem que mostrava os membros da banda The Cranberries conduzindo o caixão para o carro fúnebre, que seguia rumo a uma casa funerária onde corpo ficaria até o dia seguinte, aguardando a hora de partir para a cerimônia com a família. 

Os integrantes da banda The Cranberries e Olé Korestky levam o caixão.



Na segunda-feira à noite (22/01) houve uma grande movimentação dos fãs e moradores nos arredores de Limerick, onde mesmo não podendo mais ver o corpo da cantora muitos se reuniram e cantaram seus grandes sucessos em memória dela. Essa manifestação comoveu os presentes, assim como nas redes sociais. 


As pessoas fizeram vigília em Limerick.
Durante a vigília os fãs contavam seus maiores sucessos.


A nota abaixo foi traduzida do texto do Jornal Limerick Leader, publicado em 23/01/2018. 

Chegada a terça feira 23/01, os amigos e familiares íntimos de Dolores O'Riordan participaram de uma cerimônia simples e sem adornos.  Foi como a família pediu: uma cerimônia simples e sem adornos com amigos íntimos e vizinhos onde eles puderam se despedir da estrela de rock de Limerick, Dolores O'Riordan. E não foi a presença de rostos conhecidos do mundo da música ou a presença de grandes equipes fotógrafos e repórteres. Foi a música: os violinos suaves da Orquestra da Câmara Irlandesa, quando cada pessoa, em luto, chegou para preencher os assentos na pequena igreja de Ballybricken, onde Dolores frequentava; o som requintado e emotivo de duas sobrinhas, Katie e Noelle, cantando tristemente A Capella. Porém, anteriormente tocou Ave Maria, gravada por Dolores com Luciano Pavarotti, ecoando da igreja na fraca luz do sol de Inverno.E cada vez mais as pessoas se questionaram: como essa grande voz e talento se perderam para sempre?


Os presentes trazidos para o altar de flores como símbolos da breve vida de Dolores marcaram a sensação de perda - uma guitarra, um disco de platina, um livro de poesia. Um sobrinho trouxe uma herança familiar, a foto de Our Lady of Dolours*, de quem Dolores herdou o nome e que foi passado para outras gerações. Essa sensação de perda foi ainda mais forte porque ela estava sendo enterrada no aniversário de seu querido irmão Gerard. “Nenhuma palavra é adequada para descrever Dolores ou para indicar com precisão a influência para o bem que ela foi ao longo dos anos”, disse ele. Ele falou de seu imenso "talento dado por Deus" e como ela compartilhou com os outros, sua mente inquisitiva e seu grande amor pela região onde viveu, Ballybricken. "Este é um dia difícil não apenas para Ballybricken, mas para o mundo". Mas ele também falou da fé forte e permanente de Dolores em Deus, e disse que aqueles que creem “sabem bem que não perdemos aquela cantora tão talentosa”. Ela está agora cantando no coro celestial, declarou McNamara. 


O caixão sendo levado pelos irmão da cantora e seu ex marido Don Burton.


Mãe de Dolores O'Riordan com seus netos, filhos da cantora Dolores.


Durante a missa, o evangelho falou de amor e compaixão pelos outros e, em sua homilia, o cânone e amigo da família Liam McNamara falou do "coração amável, bom e generoso de Dolores".
"Mas, sendo humanos, devemos sentir falta de sua suave agitação, de seu sorriso amoroso".
A congregação bateu palmas quando o caixão esculpido de Dolores foi carregado pelo corredor, passando pelo pequeno santuário em sua honra num canto onde quatro gaitistas de fole, dentre eles dois sobrinhos, tocaram “Hard Times”. 


Livreto distribuído durante a missa de despedida.

À medida que o cortejo funeral se dirigia ao enterro privado em Caherelly, a voz de Dolores foi ouvida novamente, numa última “Ave Maria” que se espalhava pelo campo de Ballybricken. 

(*Our Lady of Dolour: O que significa, em português, Nossa Senhora das Dores ou Dolores", mas não devemos traduzir nomes próprios, é somente para facilitar o entendimento).

Fontes:
Jornal Limerick Leader: https//www.limerickleader.ie/.../watc-dolores-o-riordan-s-c...
Globo.com: https://g1.globo.com/pop-arte/musica/noticia/dolores-oriordan-corpo-da-cantora-do-cranberries-e-enterrado-na-irlanda.ghtml
I Love Limerick: https://www.ilovelimerick.ie/dolores-o-riordan-vigil/




  

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Nota de Falecimento: Dolores O'Riordan

Com muita tristeza informamos o falecimento de nossa querida Dolores O'Riordan, aos 46 anos. O corpo da vocalista foi encontrado no quarto onde ela estava hospedada às 9h05 (7h05 horário de Brasília), no Hotel Park Lane - em Londres, onde ela faria uma gravação com a banda Bad Wolves.

Ainda não há informações sobre a causa mortis e o representante da banda pediu, nesse momento difícil, privacidade à família, o que será prontamente atendido. Na página oficial da banda no Facebook foi divulgada a seguinte nota por Noel, Mike e Fergal: "Estamos devastados com a morte de nossa amiga Dolores. Ela era um talento extraordinário e nos sentimos muito privilegiados por termos sido parte de sua vida a partir de 1989, quando começamos os Cranberries. O mundo perdeu uma verdadeira artista hoje".

Nós, da equipe The Cranberries Brasil, lamentamos a perda de Dolores O'riordan artista, nosso ídolo, mas também a mãe, amiga, filha e tudo o que ela representou em vida a todos que tiveram a honra de conviver com ela não somente em presença, mas através de sua obra. Descanse em paz!





                                                     Dolores O'riordan  * 06/09/1971
                                                                                    + 15/01/2018


domingo, 26 de novembro de 2017

Remixes The Cranberries/Dolores O'Riordan

Nosso membro da moderação César Serrazes, que também é músico, remixou algumas músicas dos The Cranberries e da carreira solo da Dolores O'Riordan. Os remixes já foram disponibilizados há algum tempo. Trouxemos novamente os sons que demostra bastante criatividade nas remixagens dando uma excelente roupagem as músicas que em sua versão originais já eram boas.







Agradecemos ao fã César Serrazes por compartilhar este excelente trabalho.

Equipe The Cranberries Brasil.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Entenda o caso Dolores O'Riordan!!!


Os shows acústicos das próximas quatro semanas foram cancelados.



Hoje (24), o The Cranberries anunciou em sua página oficial no Facebook que não se apresentará nas próximas 4 (quatro) semanas devido as recomendações médicas da vocalista Dolores O'Riordan. A banda não informou o que exatamente tem ocorrido com Dolores. Contudo, o cancelamento chama a atenção pois já houveram dois cancelamentos de shows no início da turnê "Something Else". 

Segundo o comunicado, os shows cancelados serão remarcados.

ENTENDENDO O CASO DOLORES


Como já publicado anteriormente aqui no blog, Dolores O'Riordan tem enfrentado momentos turbulentos em sua vida pessoal - a começar pela morte do pai, vítima de câncer e falecido em novembro de 2012. Dolores ficou bastante abatida durante a "Roses Tour", mas deu continuidade aos shows que passaram pela Europa, América do Norte, Oceania e Ásia.

Já em 2014, Dolores anuncia sua separação de Don Burton, com quem foi casada por 20 anos. Don prestava serviços para a banda The Cranberries e, coincidentemente, nesse mesmo ano os tabloides irlandeses anunciaram que Dolores processara seu companheiro de banda, Noel Hogan, por supostos "direitos autorais" (tal notícia não chegou a ser confirmada por ambos). Ainda nessa mesma época Dolores assume que foi vítima de pedofilia.  

Porém, o incidente de maior polêmica foi o caso do voo que  saía de Nova York rumo à Irlanda. Durante a viagem, a cantora agrediu uma aeromoça e, já no terminal de passageiros, houve outra agressão a um guarda policial. Dolores ficou detida durante 24 horas na Irlanda e foi processada. Um ano após o ocorrido, durante o julgamento, O'Riordan soube-se que O'Riordan havia sido diagnosticado com transtorno bipolar e estava em tratamento. Somado a esse fato, o juiz estabeleceu um fiança de 6 mil euros (cerca de 25 mil reais) e encerrou o caso.

Dolores na saída do tribunal


Após o resultado do julgamento, Dolores dizia-se animada com dois projetos em que estaria envolvida. O primeiro foi a banda D.A.R.K (que chegou a lançar o CD "Science Agrees" e marcar diversas apresentações pela Europa. Contudo, o projeto teve um começo conturbado, com o lançamento do CD adiado por três vezes e o posterior cancelamento de todos os shows do projeto D.A.R.K (muitos deles já esgotados).

Ainda no mesmo período, a banda The Cranberries anuncia uma série de apresentações no verão Europeu. Parte da turnê foi cumprida, mas alguns shows acabaram cancelados mais uma vez por motivos de saúde. Desta vez, a própria Dolores alegou problema de hérnia de disco e que precisaria parar por alguns meses. Mesmo com isso, a banda continuou trabalhando para o lançamento do CD "Something Else" com acompanhamento do quarteto de cordas da Irish Chamber Orchestra.


Anunciado em janeiro de 2017, o lançamento do mais novo trabalho dos The Cranberries tomou os quatro primeiros meses do ano, em que o grupo trabalhou na finalização do álbum e em sua divulgação. Para isso, apresentaram- se em fevereiro em Cancún, México numa série de 3 shows com casa lotada e aproveitaram a estadia na cidade para registrar as fotos fariam parte do CD.

Antes mesmo do lançamento do novo trabalho, a banda já divulgava uma série intensa de shows pela Europa e, posteriormente, pelos Estados Unidos (em um total de 53 datas). Durante entrevistas, Dolores e Noel ainda prometiam uma vinda à América do Sul. Os fãs, já cientes do estado de saúde da vocalista, espantaram-se com a quantidade de shows na Europa e questionaram esse número excessivo de apresentações - boa parte delas em dias seguidos (como nos show na França, Reino Unido e Itália).

A turnê começou. dedos cruzaram-se em torcido para que tudo desse certo, mas o estado de Dolores durante os shows era visivelmente estranho, com a cantora mostrando-se apática, mesmo com o esforço para manter a energia durante as apresentações.

Mesmo assim, chegamos a mais um (grande) cancelamento...

Noel, Óle (ao fundo) e Dolores durante apresentação em Londres, dia 20/05

A equipe do The Cranberries Brasil compartilha do sentimento de tristeza com todos os fãs e espera pela recuperação de Dolores. Acima de tudo, esperamos pela tomada de decisões acertadas que visem garantir a reputação da banda e também a boa convivência com os fãs.

Que voltem reenergizados e com força para encantarem multidões.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Cancelamento do show em Amsterdam



Através da página oficial da banda The Cranberries

https://www.facebook.com/TheCranberries/?hc_ref=PAGES_TIMELINE&fref=nf

do cancelamento do show em Amsterdam que seria na noite de hoje, dia 10 de maio de 2017, devido Dolores estar adoentada. Ao mesmo tempo estão vendo novo agendamento e que o público ainda guardem seus ingressos.

********* Tonight's show in Amsterdam is not going ahead due to Dolores being ill. **********
Our sincere apologies to all those due to attend. We are working with the promoter with a view to rescheduling the show and we expect to have more news on that very shortly so please hold on to your tickets and we will advise more very soon

O blog deseja melhoras a Dolores.

Vamos recordar um momento lindo da participação de Dolores O'Riordan e Noel no reality show The Bacherolette. 
Vamos colocar dois vídeo, um  apresentado na TV e outro antes da edição final.


Thanks to Pep Vila




Thanks to Andrew Kimmel

Entrevista a rádio Q104.3 no programa "Out of the Box" com Jonathan Clarke em Nova York


Interview: The Cranberries Talk "Something Else", Their Appearance on 'The Bachelorette,' Their 25th Anniversary and More!
http://q1043.iheart.com/onair/jonathan-jc-clarke-1368/interview-the-cranberries-discuss-their-appearance-15814479/


Entrevista: The Cranberries fala sobre o álbum "Something Else", a  aparição em "The Bachelorette", os 25 anos de aniversário e mais!
Acima o link para visualização na íntegra do texto original e vídeo do programa na estação de rádio Q104.3 em Nova York

Dolores O'Riordan comenta como surgiu a ideia do novo álbum Something Else: " a ideia veio amadurecendo desde as apresentações em Limerick ( a cidade ganhou um prêmio europeu - Limerick City of Culture NYE - Concert 2013) e depois a apresentação no reality show The Bachelorette." 

Em Limerick,  Dolores apresentou Zombie, Linger e The Journey com a orquestra de câmara da Irlanda e participou no final da série The Bachelorette com Noel Hogan, acompanhados com um quarteto de cordas(Limerick e Dublin).

"Eu não assisto The Bachelorette mas aceitei o convite para cantar Linger no final do seriado. O fato de ser assistido por milhões de pessoas e adolescentes, foi uma boa exposição."

Juntando-se a ideia e a comemoração dos 25 anos da banda, nasce o álbum Something Else com os maiores sucessos com arranjos orquestrados, um quarteto de cordas da Irlanda, mais três músicas inéditas : Why, The Glory e Rupture.

Com shows marcados nos Estados Unidos, Dolores relembra de um episódio : "[...] éramos adolescentes e era primeira vez que ficávamos num hotel com mini bar. Na saída do hotel, estava trazendo as bebidas na bagagem para meu avô, pensando ser tudo gratuito e fui pega(risos), devolvi ."

Noel relembra o encontro com Michael Stipe (REM) e Dolores sobre momentos inesquecíveis quando se apresentou em Woodstock '94, cantar com Luciano Pavarotti no mesmo ano de 94 e abrir vários shows dos Rolling Stones e AC/DC.

O apresentador Jonathan pergunta por curiosidade se assistem ao seriado The Fall, cujo enredo se trata de um serial killer  que age em Belfast e tem uma investigadora inglesa cuidando do caso. Noel diz que vê e que é bastante interessante a série.


Sobre a música Why, ela escreveu quando o pai morreu, entender todo processo o momento atual, durante, foi uma fase dificil.



quinta-feira, 4 de maio de 2017

“Are You Listening?” completa 10 anos

Primeiro álbum solo de Dolores O’Riordan afastou-se da sonoridade do The Cranberries e focou em temas mais obscuros.


Em 4 de maio de 2007 chegava às lojas o esperado álbum solo de Dolores O’Riordan, vocalista do The Cranberries. À época em um período de hiato com a banda, a cantora trouxe em seu “Are You Listening?” uma sonoridade mais agressiva, em uma mescla de metal e pop rock que, à princípio, causou estranheza em alguns fãs, mas logo entrou para as lista de boas lembranças.

Lançado pelo selo “Sanctuary Records”, o CD chegou ao marco de 350 mil cópias um ano depois do lançamento e, hoje, estima-se algo em torno de 400 mil cópias vendidas ao redor do mundo. Devido ao sucesso das vendagens, no início de 2008 Dolores recebeu o "European Breaking Borders Award", prêmio concedido pelas gravadoras da União Européia com o intuito de incentivar a produção cultural do continente. O troféu é entregue a dez músicos em ascensão cujo primeiro trabalho tenha tido boas vendas fora do seu país de origem.

Durante o ano de 2007, Dolores saiu em uma grandiosa turnê ao redor do mundo passando principalmente por países onde (até então) nunca havia estado com o The Cranberries. Utilizando o slogan "A Voz do The Cranberries", a cantora atraiu milhares de pessoas em shows intimistas e em locais de menor capacidade (diferente dos estádios e arenas onde a banda costumava tocar), totalizando mais de 80 datas. Dolores chamou a atenção do público e da crítica por reviver os antigos sucessos do The Cranberries misturados às músicas do seu álbum solo. Com a maioria dos concertos esgotados o destaque ficou por conta do show em Santiago, Chile, onde o espetáculo foi tão esperado que esgotou os ingressos e deixou centenas de pessoas do lado de fora do Teatro Caupolicán.

Além do sucesso dos shows, outro marco da era “Are You Listening?” foi o visual e a disponibilidade da artista. Com cabelos compridos e ótima forma física, a cantora encantou as plateias ao demonstrar um vigor extraordinário pulando e correndo no palco, além de mostrar mais contato com os fãs.


DESTAQUES DO CD

O primeiro single, “Ordinary Day”, foi lançado em fevereiro de 2007 e retrata as angústias e prazeres da maternidade. Em entrevista à revista “Hot Press”, ela comentou: “Ordinary Day’ foi inspirada no nascimento da minha terceira filha [Dakota], mas pode ser atribuída à todas as garotas. De fato, é sobre o crescimento, os desafios e a imprevisibilidade da vida. Há tantas coisas que as crianças não sabem e eu não posso falar para elas; elas tem que descobrir por si mesmas. Então, às vezes você olha para os seus filhos e tem flashes de si mesmo quando era pequeno e tem de lidar com o longo processo emocional que envolve o crescimento deles.”.


O segundo single, “When We Were Young”, lançado em julho de 2007, segue a mesma inspiração materna: "É como quando você tem filhos pequenos; você percebe que eles estão em constante transformação e, se você não cuidar, nunca é capaz de se aproximar deles. De repente estão com dez, depois doze anos e depois adolescência ... E aí vem a angústia ... E, quando você vê, estão à beira da vida adulta. De certa forma, quando você é pequeno, você não tem estresse, porque tudo que você tem a fazer é preocupar-se com o que vestir. Mas agora, adulta, olho para trás e consigo dizer: "Obrigado mãe, obrigado por fazer tudo por mim!" e só o que posso fazer é esperar que meus próprios filhos cheguem ao ponto de me amarem e apreciarem desse mesmo jeito.", explicou.


Outro destaque do álbum foi a canção “Black Widow”. Com acordes distintos e uma letra obscura, a música fala sobre a luta da sogra de Dolores contra o câncer. “Logo depois que o The Cranberries deu um tempo, soube que a minha sogra estava com câncer. Isso me deixou devastada. Lembro de ter começado a escrever ‘Black Widow’ em um dia muito triste, em meados de outubro. Sabe, quando você está com 20 anos acha que viverá para sempre, mas à medida que envelhece percebe que há tanta doença no mundo... É algo muito, muito perturbador.”, disse m entrevista ao site “SoundSpike”, em 2007.


Além dessas três canções, cabe destacar ainda a melancólica “Letting Go”, canção sobre a aceitação das adversidades da vida e que ganhou uma nova versão em 2013 devido ao luto de Dolores pela perda do pai, em 2012. Essa nova versão foi cantada apenas no Concerto Natalino promovido pela “Fondazione Don Bosco nel Mondo”, de Roma.


“Are You Listening?” saiu no Brasil pelo selo ‘Coqueiro Verde Records’.